Quando se trata de animação japonesa o que não falta são opções para todos os gostos: Do drama ao terror, de sci-fi à comedia, existem várias narrativas para agradar a todos. Ainda que um dos estilos mais populares seja o de luta, no qual os protagonistas esbanjam poderes sobre-humanos (Dragon Ball por exemplo) também há os animes de mistério onde detetives desvendam crimes. Detetive Conan e Shonen Kindaichi são grandes exemplos da popularidade dessa vertente, pelo menos para quem curte o gênero. E porque não unir o mistério e as lutas numa só história? É isso que Bungo Stray Dogs faz!

Neste universo acompanhamos as aventuras de Atsushi Nakajima, o jovem que acaba de ingressar na Agencia de Detetives Armados, um grupo de investigadores dotados de poderes sobrenaturais que desvendam crimes e assassinatos cometidos por quem também possui esses poderes – especialmente a Máfia do Porto, que controla o submundo. O novato Nakashima precisa aprender a utilizar seu poder, auxiliado pelo mentor encrenqueiro Osamu Dazai e pelo resto da equipe, cada qual com um poder especial. A cada missão se faz necessário analisar os fatos até chegar ao culpado e então lutar para captura-lo… E sobreviver!

Bungo Stray Dogs: Dead Apple é um longa metragem animado para o cinema que apresenta uma nova aventura. Apesar do constante embate entre as duas facções, do bem contra o mal, agora um novo perigo se apresenta: Uma misteriosa nevoa que aparentemente faz com que essas pessoas especiais se suicidem usando os próprios poderes. Cabe aos detetives não só descobrir e derrotar o responsável pela crise, como lutar pela própria sobrevivência. Claro, o problema também ameaça e se aplica aos vilões, de modo que são formadas alianças temporárias em nome de um objetivo comum. Reviravoltas, surpresas e traições não ficam de fora nesta situação.

A história do filme se passa após os eventos da série de TV, e se esforça em apresentar durante o inicio um resumo dos personagens principais e do universo em que convivem. Assistir todos os episódios previamente não é obrigatório e o roteiro pode ser entendido sem problema algum, pois aqui o foco é bastante voltado para ação e motivações do novo vilão. Claro que assistindo a série possibilita conhecer mais a fundo os personagens e os poderes que utilizam – muitas delas aparecem bem pouco durante o filme, mas não é difícil entender as relações entre os heróis e vilões. No mínimo, assistir somente o filme criará a vontade de conferir a série também – que, aliás, tem mais tempo não só para explorar as personalidades como também apresenta mais momentos de alívio cômico.

Enquanto o roteiro apresenta competência a estrela do show acaba mesmo sendo as cenas de lutas, todas frenéticas e grandiosas! Boa parte disso se deve a animação fluente, extremamente bela e colorida. E claro, a trilha sonora contém musicas muita bem escolhidas que combinam e criam o clima deixando o espectador ainda mais vidrado nas sequencias de socos, golpes de espadas, raios, e explosões.

Bungo Stray Dogs: Dead Apple está em exibição nos cinemas brasileiros como parte do Festival de Ação Japonês, trazido a nós pela Sato Company e ainda pode ser conferido em mais duas exibições ainda esse mês de Agosto nos dias 29 e 31 (confira a programação completa aqui). E dá tempo até de conferir o anime (duas temporadas que somam 25 episódios) disponível no serviço de streaming Crunchyroll. Com certeza indicamos o filme, que merece ser conferido e apreciado, afinal, é o melhor de dois mundos: Uma produção japonesa nos cinemas brasileiros, com mistério e lutas entre o bem e o mal, mostrando o que uma série de TV consegue fazer na tela grande.

4 cookies pela produção!

 

Por: Ricardo Becker
________________________________________________________________________________________________

Ricardo Becker é formado em Tecnologia Eletrotécnica. Lê Monteiro Lobato, Julio Verne e Sherlock Holmes, mas também Tio Patinhas, Mortadelo & Salaminho; Coleciona (mais do que deveria) Lego e Transformers. Escuta Roxette e faz cosplay e arte usando as mais variadas técnicas e materiais do mesmo modo que acredita na diversidade cultural e ideológica!