Em um mundo repleto de magia e fantasia medieval, Raymond Elias Feist nos convida a conhecer o Reino das Ilhas (Midkemia) e a pequena vila de Crydee, um local que será palco inicial para a épica aventura descrita na série literária Mago, dividida em quatro volumes, onde o primeiro é intitulado “Aprendiz”.

Nesta prazerosa viagem ao mundo do imaginário, somos apresentados a Pug, um jovem e franzino órfão que, ao lado de seu grande amigo Tomas, sonha em ser um destemido guerreiro a serviço do rei. Em Crydee, quando os jovens atingem idade suficiente para as obrigações da vida em sociedade, em um verdadeiro rito de passagem, estes são colocados à disposição dos nobres locais para que sejam escolhidos por mestres como aprendizes de determinados ofícios e tarefas, sendo que, caso ninguém os escolham, passaram a viver suas vidas como simples camponeses. 

As palavras escolhidas pelo autor Raymond E. Feist descrevem com perfeição a angustia que assombrava o coração do protagonista ao escrever que: “Pug sentia-se minúsculo com todos os olhares voltados para ele. O pátio parecia maior do que se lembrava e sentiu-se deselegante e malvestido. Sentiu um aperto no peito ao perceber que não restava nenhum Artesão nem membro da Casa Real ali presente que já não tivesse escolhido um aprendiz. Seria o único garoto a não ser chamado. Reprimindo as lágrimas, aguardou que o Duque desse ordem ao séquito para que saísse”¹. 

Não há como o leitor não se identificar com o jovem Pug e sentir a aflição da rejeição, o desespero e a tristeza de ser ignorado por todos e ser deixado de lado diante de toda a cidade. Contudo, neste momento, surpreendo a todos, Pug é escolhido para ser discípulo do misterioso mago Kulgan, quando este após reverenciar o Duque de Crydee assim se pronuncia: “preciso de um aprendiz e chamo Pug, órfão da torre, ao meu serviço”².

Assim, se inicia a jornada do jovem aprendiz de mago nos mistérios das artes místicas, sem este saber, que seu caminho estava ligado ao destino de dois mundos. Em seu aprendizado junto ao Mago Kulgan, o protagonista se esforçava para entender os ensinamentos do professor, entretanto, algo dentro de si o impedia de utilizar a magia da forma como lhe era repassada, como se existisse uma forma de bloqueio impossibilitando que a energia mística fluísse pelo seu ser.

Nestes momentos, com a sabedoria da idade e olhar muitas vezes de um pai cuidadoso, o velho Mago sempre o tranquilizava dizendo “que tudo se resolveria a seu tempo”³. Dessa forma, acompanhamos a vida e o aprendizado de Pug pelas páginas do livro, sendo que, em determinado momento, como uma de suas tarefas junto a Corte de Crydee, Pug é escolhido para acompanhar a jovem princesa Carline durante um passeio a cavalo.

Tudo seguia normal como um simples passeio por belas paisagens quando de repente, ambos são surpreendidos com o aparecimento de dois Trolls, momento em que Pug, instintivamente e reagindo ao perigo, evoca poderes além de sua compreensão. Mesmo sem compreender tudo o que tinha acontecido, como consequência de seus atos e resultado de suas ações, Pug conquista um lugar na corte de Crydree e no coração da jovem princesa mas, em meio a aparente tranquilidade, a paz do Reino é abalada quando a notícia de que misteriosos inimigos começaram devastar cidade após cidade.

Neste sinistro contexto, quando o seu lar é invadido por um povo vindo de terras longínquas, cujos interesses, origens e costumes ainda são desconhecidos, Pug é arrastado para um conflito em uma verdadeira jornada de descobertas, na qual o jovem aprendiz de Mago terá que dominar poderes inimagináveis como peça essencial na batalha entre as forças da Ordem e do Caos.

Afinal, quem são os invasores denominados Tsuranis ? O que eles querem? E por que Pug pode ser uma peça importante no conflito que se aproxima? Em uma narrativa espetacular, o livro é uma obra atemporal que prende os olhos do leitor desde suas primeiras páginas, possuindo tudo que é necessário em uma excelente história de fantasia, a qual somente se concluirá no final do quarto volume.

Mago: Aprendiz é a clássica, mas surpreendente, jornada do herói pelo conhecimento. 

Deixe-se levar pela magia !

  1. FEIST. Raymond E. Mago aprendiz. Rio de Janeiro: Saída de Emergência, 2013, p. 47.
  2. FEIST. Raymond E. Mago aprendiz. Rio de Janeiro: Saída de Emergência, 2013, p. 47.

  3. FEIST. Raymond E. Mago aprendiz. Rio de Janeiro: Saída de Emergência, 2013, p. 55.

________________________________________________________________________________________________
Sobre o autor: Evaldo Pedroso, um dos senpais da geração Geek curitibana, é formado em Direito, contando em seu currículo com dois mestrados e três especializações. Grande fã das obras de Tolkien e entusiasta da geração Geek/Gamer, encontra nas artes literárias a alegria de unir cultura e entretenimento, sendo atualmente, membro do Conselho de Cultura da Prefeitura da Cidade de Curitiba, Diretor do Centro de Letras do Paraná e membro da Academia de Cultura de Curitiba. Decidiu se unir ao Serial Cookies por acreditar no potencial e no belo trabalho que à equipe vem realizado em prol da sociedade paranaense.