Falar de Vingadores: Ultimato sem estragar as surpresas – o temido spoiler – é uma tarefa bastante difícil… Mas não impossível e aceitamos essa missão.

O pra lá de aguardado filme finalmente estreia nas telas prometendo o fim de uma era com nossos heróis partindo para a luta contra o maior dos vilões, Thanos, e desfazer o genocídio que este promoveu na película anterior. Desde o primeiro filme dos Vingadores já fomos informados dessa ameaça que por praticamente uma década se aproximava, mas depois de tanto tempo e três aventuras do grupo de heróis da Marvel, as coisas já não são as mesmas. A primeira aventura tinha um clima divertido de gibi de banca, onde os personagens que já fomos apresentados se juntam para combater o mal e nada muito além disso. Ultimato não. Aqui a sensação é de uma Graphic Novel, onde a batalha tem seu lugar, mas ora heróis são mais profundos, refletindo os prós e contras enquanto pesam os riscos e sofrem com as consequências de suas ações.

A produção conta com 3 horas de duração que até poderiam se resumir em 90 minutos, não fosse a abordagem adotada de mostrar a parte emotiva dos personagens. Por 10 anos acompanhamos estes heróis e sabemos de suas habilidades e superpoderes, e agora é hora de conhecer melhor a parte humana de cada um, especialmente dos que foram pouco abordados anteriormente. O resultado são heróis mais realistas com os quais o público pode se identificar mais.

Em se tratando de uma abertura inspirada em quadrinhos, podemos encontrar várias referências às histórias antigas com uniformes e eventos já vistos nas páginas do gibi, mas quem somente acompanhou o universo cinematográfico não sai no prejuízo e referências a diversos filmes da franquia também são constantes.

Finalizando, a Marvel Studios conseguiu entregar um excelente filme… o que só foi possível após uma década de preparação e muito trabalho duro. Da mesma forma, os heróis que salvam o dia só são capazes de fazê-lo se utilizando do mais puro trabalho em equipe – formada aos poucos durante muito tempo – e ainda tendo de enfrentar crises pessoais das quais ninguém tinha conhecimento.

Vingadores: Ultimato merece 4 cookies e meio. Avante!