[Ultimate Spoilers!]Na madrugada fria de Curitiba, eu tremia. Não sabia ao certo se era realmente pelo frio ou pela ansiosidade daquilo que passava na frente de meus olhos. O mundo poderia estar acabando, e eu não iria me mexer até ter certeza que o MIB estava morto, que Kate e Sawyer chegassem ao avião e que a ilha recuperasse sua luz. Ao final do longo series finale de Lost, tudo que eu podia pensar era Wow!

O fim me atingiu como um raio paralizante; não tanto pelo rumo tomado por Lindelof e Cuse, mas pela percepção de que aquilo realmente era o final: os personagens que amamos e odiamos pelos últimos anos estavam mortos. Alguns deles provavelmente viveram muitos anos depois dos eventos da ilha, mas de qualquer maneira estavam mortos, e eu não sabia como reagir. Foi somente depois de um lanchinho e algumas horas de sono que minha opinião estava formada. Foi um final muito bom, embora eu esperasse algo diferente.

LOST the end 2

Nós estamos falando da ilha de Lost, onde são possíveis viagens no tempo, a existência de um monstro de fumaça e  um campo eletromagnético capaz de muitos feitos. Eu esperava que a realidade alternativa fosse algo causado pela explosão da bomba, algo que se chocaria com a realidade da ilha ou algo do gênero. Nunca pensei que todas as respostas da ilha fossem respondidas, mas achei que o flash-sideways seria algo mais sólido, assim por dizer.  O fato dele ser a pós-vida foi algo muito real para mim. É penoso pensar que Juliet e muitos outros morreram por um objetivo errôneo, e que os sobreviventes simplesmente continuaram com suas vidas. Essas personagens passaram pelo inferno, e me parece que elas não foram tão compensadas por isso. Como eu disse, muito real.

No entanto, não se pode negar que o final foi bonito. Ter todos eles juntos, finalmente livres de seus credos e traumas, prontos para seguir em frente foi algo tocante; uma boa mensagem. Juliet dizendo as mesmas palavras do início da temporada (que no momento não sabíamos a razão) e Jack voltando ao ponto de origem e fechando seus olhos foi algo poético e memorável. Objetivo concluído: contar uma história sobre pessoas. O season finale rendeu a nostalgia e a dor no coração que todos precisávamos.

A verdade é que não importa se você é um fã da série ou se você gostou ou não do final. Temos que concordar que Lost é um marco na história da televisão. As proezas de Damon Lindelof e Carlton Cuse são revolucionárias e serão lembradas para sempre.

É triste dizer adeus, mas sempre teremos citações, referências e ursos polares para manter a lenda viva. It was a nice ride!